Contacto
 
Buscar: Artículos
@habitat_intl
@hicpresident
 

Praça Taksim: protestos em Istambul pelo direito à cidade

Turquía, Junio 2013


Raquel Rolnik*

Nos últimos
dias, tenho procurado acompanhar a cobertura dos meios de comunicação sobre os
protestos que estão ocorrendo em Istambul, na Turquia. Infelizmente, as
notícias, em geral, não têm apontado as verdadeiras origens da manifestação.
Referem-se a um protesto ambientalista contra a demolição de um parque e de
suas árvores históricas, ou contra a corrupção da indústria da construção
civil, como li no portal de um importante jornal inglês, ou, ainda, como a
imprensa europeia e norte-americana têm enfatizado, contra a radicalização da
islamização no país, com a adoção de medidas como a proibição da venda de
bebidas alcoólicas e do beijo em público.



No dia 27
de maio, de fato, dezenas de pessoas ocuparam o Parque Gezi, que faz parte da
Praça Taksim, a maior área pública do tipo no país, em protesto contra a
demolição do parque e a construção de um shopping center no local. Desde que
foi anunciado, o projeto foi questionado por vários setores da população
contrários a sua implementação. Não havendo canais de diálogo, e diante da
iminente demolição do parque, não houve outra saída senão a resistência no
próprio local, com acampamentos e protestos. A desmedida repressão
policial não apenas fez crescer a manifestação - no dia seguinte, milhares de
pessoas somaram-se a ela - como também chamou a atenção internacional para a
situação. Na manhã do dia 30, a polícia agiu novamente, tocando fogo nas
barracas dos manifestantes e lançando gás lacrimogêneo e de pimenta sobre eles.
Várias pessoas ficaram feridas e, até onde se sabe, duas morreram.



Na
verdade, a transformação da Praça Taksim foi a gota d'água de uma série de
projetos adotados pelo governo de Istambul, que têm transformado radicalmente o
tecido sócio-territorial da cidade e contra os quais a população tem resistido.
Particularmente grave, por exemplo, tem sido o "Sulukule", projeto de renovação
urbana que deslocou moradores tradicionais de áreas centrais para as
periferias, além de uma série de privatizações de espaços públicos de uma
cidade que tradicionalmente vive as ruas. Contra esse processo, desde 2005 um
movimento pelo direito à cidade, inicialmente constituído por profissionais
ligados à temática urbana e pessoas afetadas pelas remoções foi ganhando apoio
e momentum, até que em maio explodiu a ocupação da Praça Taksim.



O que estamos
vendo é, portanto, uma grande manifestação pelo direito à cidade. Mas depois da
forte repressão policial, os protestos transformaram-se em mais do que isso...
tornaram-se também uma manifestação por liberdade de expressão e contra
violações de direitos humanos. Ainda não se sabe como se resolverá o conflito -
esperamos que o governo abra urgentemente canais de diálogo com os
manifestantes -, mas o fato é que, cada vez mais, fica claro que um modelo de
desenvolvimento urbano voltado fundamentalmente para abrir espaços para
investimentos imobiliários - em suas vastas conexões com os circuitos
financeiros internacionais - está sendo questionado em todo o mundo.

http://raquelrolnik.wordpress.com/2013/06/04/praca-taksim-protestos-em-istambul-pelo-direito-a-cidade/

 

 

*Relatora ONU para o Direito a Moradía











Loading the player...
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.








<< < Diciembre/2017 > >>
Dom Lun Mar Mie Jue Vie Sab
 
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 


Brasil . Livro Produção Social da Moradia
Nos últimos dez anos, o Brasil experimentou uma significativa expansão de formas assoc...
Brasil. Lutas pela Reforma Urbana são tema de oficina autogestionada no FST
Fórum de Reforma Urbana realiza oficina no Fórum Social Temático...
Brasil. Fórum Nacional de Reforma Urbana se posiciona contra a reintegração de posse da Vila Soma
NOTA PÚBLICA...
Brasil. Vitória das famílias! Reintegração suspensa, mobilização segue
As famílias da Ocupação Soma comemoram o resultado de sua mobilizaç&atil...
DECLARAÇÃO SOBRE AS MENSAGENS FUNDAMENTAIS PARA A HABITAT III NO DIA MUNDIAL HABITAT 2015
From the Global Platform for the Right to the City...
Brasil. Os Macacos (ou Lêmures) estão por toda a cidade
Artista questionador e provocador. Subtu é um dos grafiteiros mais ativos de São Paulo...
DECLARAÇÃO FINAL – XVIII CÚPULA SOCIAL DO MERCOSUL BRASÍLIA 14, 15 e 16 DE JULHO DE 2015
Expressamos neste documento os consensos alcançados pelas várias organizaç&otil...
Brasil. Cooperativa habitacional do Uruguai é tema de mostra em SP
A PARTIR DE 3 DE JUNHO, O PÚBLICO PODERÁ CONFERIR NO MUSEU DA CASA BRASILEIRA UMA EXPO...
Brasil. JORNADA NACIONAL DE LUTA PELO DIREITO Á MORADIA, POR REFORMA URBANA, PELA FUNCAO SOCIAL DA CIDADE E DA PROPRIEDADE.
...
Brasil. BOLETIM DO FÓRUM NACIONAL DE REFORMA URBANA
BOLETIM DO FÓRUM NACIONAL DE REFORMA URBANA...
Brasil. Famílias que serão removidas por causa de Belo Monte recorrem à defensoria
Mais de 500 famílias de Altamira (PA) que terão de ser deslocadas por causa da constru...
Brasil. Benedito Barbosa recebe Medalha Nacional de Acesso à Justiça, nesta quinta-feira
A cerimônia acontece no dia 18 de dezembro, às 10h, em Brasília, no Salão...
3ª Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável
Car@a, Nosso país, assim como as demais nações que fazem parte da ONU tem a tar...
“A Política de Moradia é Basicamente de Favorecer o Mercado Privado”: Entrevista com Lorena Zárate, da HIC
Habitat International Coalition (HIC, ou Coalizão Internacional Habitat), é uma a...
Brasil. Juizas/es que recebem auxílio moradia, vão condenar multidões pobres a ficarem sem-teto e sem-terra?
No dia 15 de setembro passado, o Ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, concedeu “tut...

HIC-AL
Desde 2001, seguindo a proposta dos membros regionais e por decisão do conselho da Coalizão Internacional do Habitat (HIC), trabalha na Cidade do México o Escritório  de Coordenação Regional para América Latina da HIC (HIC-AL).
Ler mais




 
 



El contenido de esta página puede ser reproducido, siempre y cuando se cite la fuente y se envíe copia a HIC-AL (info@hic-al.org - Huatusco No. 39 - Col. Roma Sur - 06760 México D.F.), detallando brevemente la utilización que se le ha dado. Del mismo modo, nosotros citamos las fuentes que proporcionan gran parte de los materiales aquí incluidos. La información es de todos/as y para todos/as. Nos hacemos más fuertes si sabemos de dónde viene y adónde va."

Aviso legal / Legal disclaimer