Contacto
 
Buscar: Artículos
@habitat_intl
@hicpresident
 

Moradores da Favela do Sapo – ??gua Branca, sofrem ameaça de remoção

Brasil, Julio 2009


 

Desde o dia 14 de julho de 2009, quando  centenas de Moradores da Favela do Sapo na Comunidade da ??gua Branca,  ocuparam a Marginal Tietê na Zona Oeste da Cidade de São Paulo, gerando uma enorme repressão por parte da policia militar, toda a cidade e várias regiões do país tomaram conhecimento das ações violentas da Prefeitura na bilionária obra viária de ampliação das marginais e seus verdadeiros objetivos na denominada Operação Urbana ??gua Branca, que visa atrair o capital imobiliário para a região.

No local moram 455 famílias, porém, segundo a Secretaria de Habitação, apenas 87, caso tenham renda, teriam direito à moradia, os demais, cerca de 380 famílias, deveriam se contentar com um "cheque despejo" de 5 mil reais, uma verba para compra de barraco em outra favela, albergue, cesta básica ou ainda uma passagem para retornar  à sua cidade de origem.

Tais propostas da prefeitura lembram muito as gestões autoritárias do passado, com mais requinte de perversidade.

Como tal procedimento já teria ocorrido em outras quatro remoções de favelas nas marginais, os agentes da Secretaria de Habitação, imaginaram que não teriam qualquer dificuldade em remover  ou expulsar mais 455 famílias.

Mas se enganaram. O povo da Favela do Sapo - ??gua Branca resistiu, e não aceitou a remoção imposta pela Prefeitura de São Paulo.

A Defensoria Pública de São Paulo,  interpôs uma Ação Civil Pública, que tramita na 14º Vara da Fazenda Pública de São Paulo, Processo 053.09.024680-5, no sentido de tentar impedir a expulsão forçada das famílias.

O Povo Favelado está cansado de ser empurrado para lá e para cá. E  cansado de tantas as ameaças e humilhações está lutando para  dar um basta nesta forma medíocre e perversa de atendimento,  em que famílias que recebem , 1500 ou 5 mil reais, têm que ficar migrando de favela em favela e de viaduto em viaduto.

Os Moradores defendem que todos sejam atendidos em moradias populares na região, na própria Operação Urbana, e desafia a prefeitura a dizer a verdade sobre a remoção das favelas das marginais, que nada mais é, que  expulsar os pobres e excluídos das regiões mais caras da cidade para entregá-las  sem favelados  ao grande  capital imobiliário.

A classe rica desta cidade odeia gente pobre, favelado, morador de rua e sem teto. Portanto,  para os ricos, quanto mais longe os pobres ficarem, melhor.

Sabemos que o aumento da ocupação da Favela do Sapo no Complexo ??gua  Branca,  nada mais é, que o resultado das remoções das Favelas próximas das Pontes da Anhanguera e do Viaduto Julio Mesquita, onde estavam instaladas as Favelas da Paz e Aldeinha.

E Prefeitura precisa ser transparente e explicar ao povo de São Paulo seus verdadeiros objetivos, a quem serve estes processos de remoções, associados aos grandes interesses imobiliários resultantes da ampliação das marginais, das novas pontes estaiadas, e da Operação Urbana ??gua Branca.

Os Moradores da Favela do Sapo exigem e moradia digna. Enquanto morar for privilégio, ocupar será um direito!

São Paulo, 26 de Julho de 2009.

 

Comissão de Moradores da Favela do Sapo - ??gua Branca

Associação dos Trabalhadores Sem Terra da  Zona Oeste e Noroeste

União dos Movimentos de Moradia de São Paulo.

Carta de COHRE ao Governo de Sao Paulo.

 









Loading the player...
1.
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.








<< < Diciembre/2017 > >>
Dom Lun Mar Mie Jue Vie Sab
 
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
 


Brasil . Livro Produção Social da Moradia
Nos últimos dez anos, o Brasil experimentou uma significativa expansão de formas assoc...
Brasil. Lutas pela Reforma Urbana são tema de oficina autogestionada no FST
Fórum de Reforma Urbana realiza oficina no Fórum Social Temático...
Brasil. Fórum Nacional de Reforma Urbana se posiciona contra a reintegração de posse da Vila Soma
NOTA PÚBLICA...
Brasil. Vitória das famílias! Reintegração suspensa, mobilização segue
As famílias da Ocupação Soma comemoram o resultado de sua mobilizaç&atil...
DECLARAÇÃO SOBRE AS MENSAGENS FUNDAMENTAIS PARA A HABITAT III NO DIA MUNDIAL HABITAT 2015
From the Global Platform for the Right to the City...
Brasil. Os Macacos (ou Lêmures) estão por toda a cidade
Artista questionador e provocador. Subtu é um dos grafiteiros mais ativos de São Paulo...
DECLARAÇÃO FINAL – XVIII CÚPULA SOCIAL DO MERCOSUL BRASÍLIA 14, 15 e 16 DE JULHO DE 2015
Expressamos neste documento os consensos alcançados pelas várias organizaç&otil...
Brasil. Cooperativa habitacional do Uruguai é tema de mostra em SP
A PARTIR DE 3 DE JUNHO, O PÚBLICO PODERÁ CONFERIR NO MUSEU DA CASA BRASILEIRA UMA EXPO...
Brasil. JORNADA NACIONAL DE LUTA PELO DIREITO Á MORADIA, POR REFORMA URBANA, PELA FUNCAO SOCIAL DA CIDADE E DA PROPRIEDADE.
...
Brasil. BOLETIM DO FÓRUM NACIONAL DE REFORMA URBANA
BOLETIM DO FÓRUM NACIONAL DE REFORMA URBANA...
Brasil. Famílias que serão removidas por causa de Belo Monte recorrem à defensoria
Mais de 500 famílias de Altamira (PA) que terão de ser deslocadas por causa da constru...
Brasil. Benedito Barbosa recebe Medalha Nacional de Acesso à Justiça, nesta quinta-feira
A cerimônia acontece no dia 18 de dezembro, às 10h, em Brasília, no Salão...
3ª Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável
Car@a, Nosso país, assim como as demais nações que fazem parte da ONU tem a tar...
“A Política de Moradia é Basicamente de Favorecer o Mercado Privado”: Entrevista com Lorena Zárate, da HIC
Habitat International Coalition (HIC, ou Coalizão Internacional Habitat), é uma a...
Brasil. Juizas/es que recebem auxílio moradia, vão condenar multidões pobres a ficarem sem-teto e sem-terra?
No dia 15 de setembro passado, o Ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, concedeu “tut...

HIC-AL
Desde 2001, seguindo a proposta dos membros regionais e por decisão do conselho da Coalizão Internacional do Habitat (HIC), trabalha na Cidade do México o Escritório  de Coordenação Regional para América Latina da HIC (HIC-AL).
Ler mais




 
 



El contenido de esta página puede ser reproducido, siempre y cuando se cite la fuente y se envíe copia a HIC-AL (info@hic-al.org - Huatusco No. 39 - Col. Roma Sur - 06760 México D.F.), detallando brevemente la utilización que se le ha dado. Del mismo modo, nosotros citamos las fuentes que proporcionan gran parte de los materiales aquí incluidos. La información es de todos/as y para todos/as. Nos hacemos más fuertes si sabemos de dónde viene y adónde va."

Aviso legal / Legal disclaimer